RECOLETA


leginf©photos

Nas Comemorações do Centenário da Batalha de Tuiuti, por iniciativa do Comando da 10ª Região Militar, com apoio do Governo do Ceará e da Prefeitura de Fortaleza, foram exumados os restos mortais de Sampaio, do seu Mausoléu do Cemitério São João Batista, em 5 de maio de 1966. Após ter sido elaborado o respectivo protocolo da exumação, os restos mortais do Patrono da Infantaria, foram depositados em 24 de maio de 1966, no Mausoléu oferecido pela Prefeitura Municipal ao Exército Brasileiro, na Avenida Bezerra de Menezes, à frente do quartel do CPOR, onde permaneceria até 24 de maio de 1996, quando foram trasladados para a sua derradeira e definitiva morada: o Panteão Brigadeiro Sampaio, erigido à frente do Comando da 10ª Região Militar.
A imagem da esquerda retrata o momento da retirada dos restos mortais de Sampaio do Cemitério São João Batista sob o olhar do Coronel Murilo Rodrigues de Sousa, Comandante do 23º Batalhão de Caçadores e Presidente da Comissão Diretora do Centenário da Batalha de Tuiuti. Na foto da direita o Coronel Murilo, assina o Protocolo de Exumação.


Carreta com urna escoltada por Cadetes da AMAN e Homenagem ao Patrono em seu Mausoléu.


Autoridades assistem desfile da tropa junto ao Mausoléu do Brigadeiro Sampaio.


Placa alusiva ao evento que foi afixada no Mausoléu do Brigadeiro Sampaio em 24 de maio de 1966.


SAIBA MAIS

RECOLETA


Edição: 05Jul2020-1745
Legião da Infantaria - Fortaleza - Ceará - ©2008 - Todos os direitos reservados